Logística em Shopping Centers

03/09/2018 - SCAMBO

Grande fonte de demanda de consumo, os shoppings centers também apresentam uma complexa rede logística. Cada vendedor instalado ali possui seus próprios fornecedores, fluxos e ciclos de pedidos. Somadas às demandas de compras, existe também a demanda por outros serviços, como lazer e alimentação. Ainda, além do serviço oferecido pelo próprio shopping center, surge um movimento de saída de produtos: entregas para e-commerce.

O impacto do e-commerce pode ser visto na presença de vagas ociosas, nesse quesito, alguns shoppings já enfrentam redução na receita dos estacionamentos. Uma solução interessante para esse novo cenário é a transformação das áreas de estacionamento em centros de distribuição.

Leia aqui sobre Centros de Distribuição Urbanos 

Em Porto Alegre, a plataforma “Delivery Center” busca desenvolver o conceito de “ship from mall”, modelo de entregas que transforma os shoppings em centros de distribuição. Através da plataforma, o consumidor pode fazer pedidos diretamente da praça de alimentação para a sua casa. A empresa está fechando parceria com a rede BRMalls, que pretende implantar a plataforma em seus 40 empreendimentos até 2019. Leia mais…

A respeito da qualidade do abastecimento desses centros, o IPTC (Instituto Paulista de Transporte de Carga) realizou uma pesquisa entre os shoppings de São Paulo e região metropolitana, na qual foram avaliados os procedimentos operacionais (horários de recebimento, modelos de descarregamento) e a infraestrutura (presença de docas, corredores, elevadores).   Dentre os resultados obtidos no estudo, as maiores dificuldades estão na fragmentação das janelas de entrega, dificuldades de integração entre transportador, lojista e administração do shopping e falta de vagas de carga e descarga. Leia mais sobre esse estudo.

Fale com a gente!

Av. Bernardino de Campos, 185 – Paraíso
São Paulo – SP, 04004-050

Que tal deixar seu nome e e-mail para receber noticias e novidades?

Pin It on Pinterest