Como entregas feitas por cidadãos comuns podem tornar as cidades mais sustentáveis?

25/10/2017 - SCAMBO

O conceito “crowdshipping” aplicado a entregas urbanas tem aparecido como mais uma solução de logística urbana, no qual cidadãos comuns (a pé, de bicicleta, de carro, etc) fazem entregas de e-commerce. Este modelo permite que empresas de pequeno porte consigam contratar um frete de maneira mais direta e a um preço mais acessível. Há algumas empresas no mercado brasileiro usando este conceito, entre elas podemos citar: “Eu entrego” e “Rappi”, sendo que a primeira está relacionada apenas ao serviço de entrega propriamente dito, enquanto a segunda inclui o serviço de compra em determinados mercados, restaurantes e farmácias credenciados e depois entrega as mercadorias compradas na sua casa no mesmo dia.

Esta é mais uma iniciativa que segue a linha da economia colaborativa, e que da mesma forma que o Uber, ainda vai exigir que o poder público crie regulações para este tipo de contratação.

Link notícia original: http://www.worldbank.org/pt/news/feature/2017/09/01/transporte-logistica-crowdshipping-brasil
Link “Eu entrego”: https://www.euentrego.com
Link “Rappi”: https://www.rappi.com.br

Fale com a gente!

Av. Bernardino de Campos, 185 – Paraíso
São Paulo – SP, 04004-050

Que tal deixar seu nome e e-mail para receber noticias e novidades?

Pin It on Pinterest